top of page
  • Foto do escritorChagas Laboratório Clínico

A EFICIÊNCIA DOS PRINCIPAIS MÉTODO PARA NÃO ENGRAVIDAR

Atualizado: 28 de jul. de 2023


Os contraceptivos são as principais ferramentas de planejamento familiar. Para saber qual método adotar a mulher deve seguir as orientações de um médico ginecologista, que levará em consideração suas características individuais, o perfil da paciente e também possíveis doenças associadas que ela possa ter.


Métodos Anticoncepcionais não hormonais:

Os métodos anticoncepcionais não hormonais são aqueles em que a contracepção não utiliza hormônio. Dividem-se em três tipos: Muito eficientes, eficientes e pouco eficientes.


Muito Eficientes:

DIU - índice de falha 0,1%

Vasectomia e Laqueadura - índice de falha 1%

Abstinência sexual - índice de falha 0%


Eficientes:

Camisinha - índice de falha 8% a 20%

Diafragma - índice de falha 8% a 20%

Camisinha feminina - índice de falha 8% a 20%


Pouco eficientes:

Espermaticida - índice de falha 20%

Método do muco cervical - índice de falha 10% a 20%

Tabelinha - índice de falha 10% a 20%

Coito interrompido - índice de falha 15% a 20%


Métodos Anticoncepcionais hormonais:

Os métodos contraceptivos hormonais são aqueles em que a prevenção da gravidez é controlada por hormônios. Divide-se em muito eficientes e eficientes.


Muito Eficientes:

Pílula - índice de falha 0,1%

Injeção anticoncepcional - índice de falha 0,1%

DIU Hormonal - índice de falha 0,1%

Implante - índice de falha 0,1%

Anel vaginal - índice de falha 0,1%

Adesivo anticoncepcional - índice de falha 0,1%


Eficientes:

Pílula do dia seguinte - índice de falha 5% a 20%



Fonte: Contraceptive Tecnology. Contraceptive Efficacy. Chapter 26.

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page